DIU de cobra, suas dúvidas respondidas

DIU de cobra, suas dúvidas respondidas

04/01/2022 às 22:07:52

Um método altamente seguro, com baixíssimo índice de falhas, mas que ainda traz receio quanto ao uso... Você também tem dúvidas? Muitos mitos cercam o DIU de cobre, e é por isso que vamos responder a algumas das principais dúvidas aqui! 

Afinal, o que é o DIU?
O dispositivo intrauterino – DIU é uma pequena haste no formato da letra T feita de cobre ou prata e cobre que é colocado dentro do útero.

Como o DIU de cobre funciona?
A haste do DIU fica no útero da mulher por um período que varia de 5 a 10 anos liberando íons que dificultam a locomoção dos espermatozoides em torno do útero, dificultando assim a fecundação. O útero se torna um local hostil para o espermatozoide, impedindo que ele fecunde o óvulo.

Contraindicações?
Não é indicado para mulheres com alguma anormalidade anatômica do útero ou do canal do colo uterino; infecção ou inflamação ginecológica; gravidez ou suspeita de gravidez; câncer de útero ou endométrio; mioma que distorça a cavidade uterina; e mulheres com alergia a cobre.

Como o DIU é colocado?
O procedimento é simples, feito pelo ginecologista e pode ser feito no consultório. E fica tranquila que você não vai senti-lo, nem tão pouco seu parceiro.

Como o DIU afeta a menstruação?
Pacientes que usam o DIU menstruam normalmente. É possível que o fluxo menstrual aumente no período de adaptação, no caso do DIU de cobre. Mas, vale lembrar que ele é livre de hormônios e tudo isso precisa ser considerado na escolha do método.

O uso do DIU causa infertilidade?
Não. Quando retirado, a fertilidade é restaurada normalmente!

Alguma dúvida ainda ficou sobre o DIU de cobre? Já pensou na possibilidade de utilizar esse método? Comenta aqui! 

Dra. Priscilla Amorim
Ginecologia
CRM-CE: 13555
RQE: 8862

Av. Dr. Guarani, 255, Centro
Sobral - CE